Super Smash Bros. Ultimate é acusado de racismo!

Um dos assuntos mais comentados no mundo dos games nos últimos dias, vem sendo o incrível Super Smash Bros. Ultimate. Por todos os vídeos e indícios de que o game será incrível, o jogo da Nintendo vem roubando os holofotes. No entanto, dessa vez a notícia é um tanto quanto negativa. Afinal, por conta de um personagem, o jogo está sendo acusado de racismo.

De acordo com as informações, alguns membros da comunidade nativo americana acabaram se sentindo ofendidos pelo fato de o personagem Mr. Game e Watch utilizar um chapéu de índio e fazer uso do fogo para derrotar os inimigos. Por esse motivo, diversos gamers foram até as redes sociais para pedir por uma retratação da Nintendo.

O ataque mencionado abaixo é uma referência ao jogo de 1982 Fire Attack, que consistia num “conflito” entre os chefes Nativos Americanos e um Game & Watch cowboy que tinha de defender um forte.

Até o momento, a Nintendo não se pronunciou, mas, se o “estereótipo racista” (como disseram os internautas) for realmente causar problemas, a empresa, muito provavelmente, irá suprimir as referências. Vamos ficar de olho para saber mais sobre essa história.

Yohan Bravo

some text