Sekiro: Shadows Die Twice: O “novo Tenchu” da FromSoftware

Sekiro: Shadows Die Twice deu os seus primeiros “sinais de vida” durante a conferência da Microsoft na E3 2018. De lá para cá, as muitas promessas que rodeiam o título acabaram fazendo com que ele se tornasse um dos games mais aguardados de 2019. Felizmente, a espera está chegando ao fim, pois, em 22 de março deste ano, o game será lançado para PS4, Xbox One e PC.

Sabendo disso, a GamesMAX resolveu dar uma “geral” no game. Isto é, neste post nós apresentaremos tudo que é conhecido até então sobre Sekiro: Shadows Die Twice. Desse modo, se você ainda não entrou no hype, entenderá porque esse game está sendo tão aguardado, principalmente pelos fãs da franquia Dark Souls. E claro, para quem já está no hype, essa será uma oportunidade para aumentar ainda mais a sua empolgação. Então, sem mais delongas, bora conferir esse game tão promissor?

Sekiro: Shadows Die Twice: Um esboço geral

Como dissemos, Sekiro: Shadows Die Twice foi anunciado durante a E3 2018. O game será lançado através de uma parceria entre a FromSoftware e a Activision. Obviamente, essa informação é crucial para entendermos porque o título se tornou alvo de tantas expectativas. Afinal, a FromSoftware é a desenvolvedora que nos deu “apenas” Bloodborne e Dark Souls.

Assim, com uma “bagagem pesada”, Sekiro: Shadows Die Twice rapidamente foi rotulado como uma espécie de Dark Souls no Japão Feudal. Entretanto, alguns detalhes provam que essa ideia inicial já foi modificada (mais à frente explicaremos). O fato é que, já com o anúncio, a FromSoftware estabelecia que a aventura teria uma nova experiência de gameplay.

De qualquer modo, o título dirigido por Hidetaka Miyazaki e publicado pela Activision foi apresentado como um game de ação/aventura em terceira pessoa com elementos de RPG. Além disso, a descrição do jogo alegava que teríamos um single player que colocaria os jogadores na pele de um protagonista de “coração duro”, cuja missão era resgatar o seu mestre e consumar sua vingança em relação ao seu arquirrival.

Para completar, a apresentação inicial ainda estabelecia que o game teria como plano de fundo uma versão reimaginada do período Sengoku (por volta dos anos 1500, no Japão Feudal) e o personagem principal teria uma prótese curiosa no lugar do seu braço esquerdo. Enfim, com uma apresentação dessas, não havia como não ficarmos empolgados.

Sekiro: Shadows Die Twice: Elementos-chave

Bem, com a bela descrição dada no anúncio do game, os jogadores já ficaram bastante animados. E o trailer de apresentação também contribuiu para deixar as coisas mais interessantes.

Mesmo assim, a FromSoftware fez questão de pontuar alguns elementos-chave que iriam marcar o game. E foi aí que as diferenças em relação a Dark Souls começaram a surgir. Acompanhe:

• Matar engenhosamente: As habilidades furtivas serão muito importantes. Com mecânicas diferenciadas, o game irá premiar os melhores assassinos;
• Exploração é essencial: Em um mundo reimaginado e cheio de atalhos, explorar cada canto será um fator chave para o sucesso na jornada;
• Armas e equipamentos: Sekiro: Shadows Die Twice será construído ao redor da premissa dos combates com espadas, mas os jogadores terão opções para customizar a prótese do personagem, adicionando a ela técnicas especiais e grandes efeitos;
• A dificuldade estará tão presente quanto em qualquer game da FromSoftware: Como todos sabem, a FromSoftware é conhecida por seus jogos desafiadores (para não dizer frustrantes). Ou seja, Sekiro: Shadows Die Twice terá inimigos criativos e chefes desafiadores.

Essa foi a lista de grandes destaques que a própria FromSoftware liberou juntamente com o anúncio do game. Contudo, ao longo do ano de 2018 e nesses primeiros meses de 2019, alguns detalhes adicionais foram apresentados.

Sekiro: Shadows Die Twice: O que ficamos sabendo depois

Conforme costuma acontecer com todo game altamente aguardado, certas notícias vão surgindo ao longo dos dias que antecedem o lançamento. E foram essas notícias que fizeram a comunidade gamer entender que Sekiro: Shadows Die Twice não é um Dark Souls no Japão Feudal, mas sim uma aventura que possui o requinte da FromSoftware aplicado a um game que tem suas próprias características.

Dessa maneira, as notícias revelaram que os elementos de RPG, citados no anúncio inicial, serão bem modestos, limitando-se a adições de habilidades através de equipamentos. Os combates, por sua vez, também serão diferentes, com lutas marcadas por ações voltadas a desequilibrar os adversários para poder dar um golpe mortal. Pois é! Nada de pontos de vida. Nesse sentido, as habilidades furtivas acabarão ganhando destaque, já que elas permitirão que os inimigos sejam eliminados rapidamente.

No que diz respeito à exploração, Sekiro: Shadows Die Twice acabará assumindo um viés mais “Assassin’s Creed”, digamos assim. Essa comparação surgiu por conta dos equipamentos do personagem e dos saltos espetaculares que ele poderá realizar enquanto explora o cenário (e é um belo cenário).

Para completar, Sekiro: Shadows Die Twice não terá um modo multiplayer. Em relação a esse assunto, o diretor do game alegou que optou por criar um experiência single player de maior qualidade. Isso colocará os jogadores diante de chefes desafiadores e, claro, fará com que eles sofram sozinhos.

Sekiro: Shadows Die Twice: Um game para ficarmos de olho!

Como pôde notar, Sekiro: Shadows Die Twice carrega consigo o peso de uma desenvolvedora que marcou a história dos games com seus títulos anteriores. Porém, o ponto mais interessante nessa história é o fato de a FromSoftware não ter ficado presa a uma fórmula de sucesso e ter buscado uma inovação.

Diante disso, o importante é termos a consciência de que Sekiro: Shadows Die Twice não é um novo Dark Souls. Trata-se de um título que possui aspectos que são assinaturas da desenvolvedora, mas, no geral, é um game diferente.

Para encerrar, cabe destacar que a FromSoftware, como proprietária da icônica franquia “Tenchu”, confessou que os lendários jogos de ninja (que marcaram o PS1 e o PS2) foram uma grande inspiração para a criação de Sekiro: Shadows Die Twice.

Sekiro: Shadows Die Twice se apresenta como um game extremamente promissor e representa uma nova abordagem no mundo dos jogos de ação/aventura. Assim sendo, se olharmos o game sem o rótulo de “Dark Souls no Japão Feudal”, estaremos prontos para recebê-lo e explorar ao máximo o seu potencial.


some text