Jogos de PS1 que merecem um remake

Na onda de Crash Bandicoot, Spyro, Resident Evil 2 e outros títulos.

Diversos títulos clássicos de gerações passadas estão recebendo o tratamento do “remake”, sendo reconstruídos do zero para serem acomodados em novas gerações através de mecânicas otimizadas e gráficos lustrosos. Alguns dos exemplos mais notórios e recentes são os títulos Shadow of the Colossus, Crash Bandicoot N. Sane Trilogy, Resident Evil Remake e o vindouro Spyro.

Nesta lista, separamos alguns títulos da era PS1 que merecem um tratamento do mesmo nível. Faltou algum game que você julga importante? Joga pra gente nos comentários!

Parasite Eve

Parasite Eve é uma das maiores gemas perdidas do gênero survival horror/RPG. Sendo lançado pela Square Enix em 98, o game focava na policial Aya Brea tentando impedir Eve, uma mulher com planos de eliminar a humanidade através de combustão espontânea.

O jogo acerta bastante nos acordes de horror, mostrando desfiguramentos gráficos e criaturas horrendas que fariam Resident Evil corar de leve.

Embora não exista demanda pelo game no mercado atual, certamente seria interessante ver uma abordagem mais contemporânea em um título tão incrível quanto Parasite Eve.

Syphon Filter

Sendo um exclusivo de peso na época do PS1, seria interessante ver a Sony prestando homenagem ao clássico Syphon Filter através de um remake caprichado.

Utilizando fortes mecânicas stealth em sua jogabilidade, o jogo também armava consideravelmente os jogadores para garantir momentos de ação explosivos. Sim, o jogo claramente se inspirava em colegas do gênero, como Metal Gear Solid, mas ainda assim cravou seu nome no panteão dos games.

Spider-Man 1 e 2

O motivo pelo qual muitos se vidraram no Teioso lá na era PS1, além dos quadrinhos e desenhos incríveis, eram também os jogos Spider-Man e Spider-Man 2: Enter Electro.

Os games traziam uma grande variedade de fases e chefes, abraçando uma trama digna dos quadrinhos recheada de diversos personagens Marvel fazendo participações especiais. Além disso, o game trazia conteúdos extras de respeito, como capas de gibi coletáveis e novos trajes para o Aranha. Seriam games incríveis de se ver com um novo traje em 4K.

Silent Hill

O primeiro Silent Hill era incrível, trazia uma história forte, jogabilidade angustiante e influente, além de tecer uma atmosfera incrível que muitos jogos atuais não conseguem.

Ainda assim, o título envelheceu mal na parte técnica, com os visuais geométricos do PS1 sabotando um pouco da imersão que o título procura atingir. Até tivemos uma versão HD do jogo que, vamos lá, não aprimorou muita coisa.

Um remake no molde do que Capcom está fazendo com Resident Evil certamente seria incrível para Silent Hill.

Tomba!

Eis um clássico de plataforma perdido da era PSOne. Tomba virou um clássico cultuado pelos amantes do gênero.

Tomba! acabou virando uma espécie de joia perdida entre os fãs de plataforma, afinal, era um título muito bem executado adornado por visuais cativantes e uma jogabilidade incrível. Talvez um remake traria a devida atenção merecida ao título.

Tomb Raider 2

Lara Croft está firme e forte no mercado dos games com os títulos atuais de Tomb Raider. No entanto, seria interessante revisitar as aventuras que ajudaram a popularizar a personagem em primeiro lugar.

Tomb Raider 2 é considerado um dos (ou o) melhor título da franquia. Certamente existe um potencial enorme aí para um remake de qualidade.

Legacy of Kain: Soul Reaver

Legacy of Kain talvez seja um dos títulos de ação mais esnobados de todos os tempos. Todos que jogaram até o final adoraram, fazendo com que a franquia Soul Reaver virasse uma espécie de fenômeno dos games.

Soul Reaver: Legacy of Kain contava uma aventura vampiresca ambientada em um universo gótico, repleto de ação e banhos de sangue. As fases possuíam visuais bem distintos e puzzles intrincados, criando uma experiência memorável para os jogadores.

Revisitar o mundo de Nosgoth em um remake de respeito seria algo incrível, ainda que improvável devido a falta de popularidade recente da franquia. A gente pode sonhar, né?

Metal Gear Solid

Sim, sim, tivemos o excelente Twin Snakes refazendo o primeiro Metal Gear Solid para GameCube. No entanto, um remake desse grande jogo para um número maior de consoles e com as tecnologias atuais seria algo sem precedentes.

Já dá pra ter um gosto do que um remake do primeiro MGS traria em termos visuais, afinal, uma versão mais caprichada da base Shadow Moses aparece em Metal Gear Solid: Guns of The Patriots, arrancando suspiros nostálgicos de diversos jogadores.

Revisitar Shadow Moses, seu corredores, inimigos e chefes novamente em alta resolução seria algo no mínimo catártico.

Crash Team Racing / Crash Bash

Se remasterizaram a excelente primeira trilogia do personagem, e ela vendeu feito água no deserto, o que está impedindo a Activision de oferece o mesmo tratamento para outros títulos queridos do personagem?

Tudo bem que Crash Team Racing e Crash Bash eram produtos derivativos de Mario Kart e Mario Party, ainda assim, eram títulos criados com carinho e que esbanjavam qualidade e personalidade, brilhado intensamente nos modos multi-jogador local.

Dino Crisis

Já que a Capcom está oferecendo um tratamento de luxo para a franquia Resident Evil em termos de remakes, eles podiam lembrar da franquia Dino Crisis, né?

Os jogos contam com diversas similaridades entre a franquia Resident Evil, exceto que no lugar dos zumbis temos hordas dos mais variados dinossauros. A franquia teve dois jogos (esqueçam aquele terceiro, ninguém gosta dele, é melhor nem lembrar) que marcaram aqueles que jogaram, ansiando por um retorno em grande estilo até hoje.

Fonte: LegiãodosHerois


some text