10 Jogos de Terror para jogar no Halloween

Halloween, dia das bruxas, doces ou travessuras, fantasias, jogos de terror! Aproveitando o “gancho” dessa data tão marcante em muitas culturas, a GamesMAX resolveu criar um post especial, apresentando o quanto o mundo dos games consegue contribuir para aumentar o clima assustador que ronda o fim do mês de outubro.

Para tanto, resolvemos criar uma listinha macabra com os 10 jogos de terror que, na nossa opinião, serão perfeitos para embalar a sua noite de Halloween. Isto é, se você tiver coragem de aceitar o desafio de experimentar um desses games na calada da noite. Sendo assim, não deixe de conferir até o fim, pois, além de alguns clássicos, você encontrará games “desconhecidos” que, sem dúvidas, irão provocar muitos calafrios. Vamos começar?

Resident Evil

Para começar essa nossa lista de jogos de terror, nada melhor do que destacar a franquia que, muito provavelmente, foi a principal responsável pela popularização do gênero survival horror, ou seja, Resident Evil. Desde o seu primeiro título, lançado em 1996, essa franquia vem embalando os pesadelos dos jogadores com muita ação, puzzles interessantes e, claro, muitos sustos.

De modo geral, toda a franquia aborda um mundo dominado por zumbis e uma série de conspirações que envolvem uma empresa maligna. Com diversos títulos lançados até hoje, a franquia já emplacou diversos personagens icônicos e momentos de grande terror psicológico. Enfim, quem não tremeu, em algum corredor escuro, ao ouvir a sigla: “S.T.A.R.S.”!

The Evil Within

No ano de 2014, The Evil Within chegou ao mundo dos games para causar alvoroço. Tendo como diretor o lendário Shinji Mikami (criador do jogo Resident Evil), o game alcançou um sucesso enorme, registrando números de vendas altíssimos e sendo aclamado pelos fãs do gênero survival horror. E, para falar a verdade, não é para menos, pois o game é terrível! (O que, para os fãs de jogos de terror, é excelente!).

Em uma história macabra, que começa com um massacre e se desenrola dentro de uma realidade distorcida e insana, os jogadores assumem o papel de um detetive veterano que acorda em uma espécie de abatedouro humano e percebe que está sendo perseguido por um lunático com uma serra elétrica. Assim, a luta pela sobrevivência nesse game é desesperadora e os sustos não param de acontecer.

Silent Hill

Continuando com essa nossa lista de jogos de terror, resolvemos apresentar outra franquia lendária: Silent Hill. Lançada pela Konami em 1999, essa franquia vem marcando presença no mundo dos games desde então. Melhor ainda, essa presença merece ser destacada, por conta das histórias mirabolantes e do clima de terror psicológico que todos os títulos conseguiram criar, ou seja, Silent Hill é uma espécie de síntese do gênero survival horror.

Com uma linha cronológica um tanto quanto bagunçada, as histórias dos oito títulos da série principal abordam temas profundos, como a força das emoções e dos pensamentos humanos. Obviamente, tudo isso acaba sendo apresentado de uma forma aterrorizante na cidade de Silent Hill. E, sinceramente, quem não se sentiu, pelo menos, incomodado ao caminhar por aquelas ruas cheias de neblina que marcaram o primeiro título? Dava uma agonia…

Rise of Insanity

Rise of Insanity é um dos jogos mais recentes em nossa lista de jogos de terror. Aliás, cabe ressaltar que, neste caso, sinceramente, o game não jogo é tão aterrorizante assim. Entretanto, o que chama atenção nessa jornada é o suporte para gadgets de realidade virtual, o que faz com que a experiência fique altamente imersiva e, aí sim, as coisas começam a ficar mais obscuras!

No game, a história gira em torno de um psicólogo que teve sua família assassinada e resolve utilizar um método inovador para descobrir, através da hipnose, se o principal suspeito foi realmente o culpado pelo crime. Dessa forma, o game acaba se transformando em uma viagem para dentro de uma mente insana na qual a escuridão reina e o clima de desordem mental é palpável.

Outlast

Chegando no meio dessa nossa lista de jogos de terror, o game a ser apresentado é Outlast (na verdade os games). E, com toda a sinceridade do mundo, esse game é perturbador! Não à toa, o pessoal do famoso site Rock, Paper, Shotgun destacou que Outlast “não é uma experiência de como os jogos podem ser assustadores, é uma exemplificação”.

Com o apoio da empresa Thwacke!, que fornece especialistas em diversas áreas com o intuito de aumentar o nível de realismo dos games, o primeiro Outlast (que merece maior destaque) oferece terrores inimagináveis dentro de um manicômio, colocando os jogadores na pele de um jornalista que faz a frase “a curiosidade matou o gato” ter todo o sentido. Em relação aos outros títulos dessa série, as histórias variam, mas mantêm um clima de terror que, certamente, embalará noites assustadoras.

Layers of Fear

Diferentemente dos outros títulos dessa nossa lista de jogos de terror, Layers of Fear é classificado como um game do gênero psychological horror e, na verdade, essa classificação não poderia ter sido mais oportuna. Afinal, como o nome sugere, esse game aborda diversas formas de medo e consegue levar os jogadores a experimentar parte da loucura do protagonista.

De forma geral, o jogo mantém seu foco na luta de um pintor, que retorna ao seu studio para tentar completar sua obra-prima. Todavia, por ser uma pessoa mentalmente instável, o pintor sem nome começa a ser confrontado por fantasmas e ilusões da sua própria mente. Assistindo a tudo isso, o jogador embarca em uma experiência imersiva incrível e sente na pele todas as camadas do medo.

Slender: The Arrival

Tomando como base um dos maiores mitos da internet, o famoso “Slender Man”, o game Slender: The Arrival, lançado em 2013, é uma releitura dessa “lenda urbana”, que consegue criar um clima angustiante e manter o jogador atento à sua trama e, obviamente, com muitas tensões pesando em seus ombros.

Slender: The Arrival, se passa alguns anos após os eventos do game Slender: The Eight Pages (um projeto indie que também fala sobre essa lenda urbana). O fato é que o game, com seu clima sombrio e com a figura macabra do estranho Slender Man, consegue assustar os jogadores de inúmeras formas e elevar o nível de pressão psicológica a patamares altíssimos.

Visage

Continuando com a nossa lista de jogos de terror, temos o game Visage. Aliás, é bom destacar que o game está previsto para lançamento em 2019, mas sua versão “Early Access” já foi liberada e, apenas com essa versão, o game já conquistou um lugar nessa lista. E o motivo é simples: temos aqui um jogo de terror que possui todos os elementos para que ninguém queira jogá-lo em uma noite solitária.

A história do game gira em torno de uma casa assombrada na qual diversas famílias viveram. Muitos desses moradores passaram momentos de paz, mas, muitos outros, morreram de uma forma terrível. Diante disso, o jogador é transformado em uma espécie de testemunha, que vai perdendo sua sanidade por permanecer muito tempo no escuro ou por observar muitas cenas traumáticas em sequência. Enfim, é um game que, sem dúvidas, estará em muitas listas de jogos de terror.

Clock Tower

Nos aproximando do fim dessa nossa lista de jogos de terror, sentimos a obrigação de reviver alguns clássicos. Assim sendo, a franquia Clock Tower, como uma das primeiras aventura do gênero survival horror, não poderia deixar de ser citada. E, infelizmente, já faz um bom tempo que a série não presenteia os fãs com um novo título.

De qualquer modo, a franquia, que teve sua estreia no SNES, em 1995, marcou história por oferecer um clima assustador e mecânicas de jogo que exigiam que o jogador utilizasse o ambiente ao seu favor, já que as personagens geralmente eram frágeis mulheres que entravam em mistérios insanos e eram perseguidas por vilões lunáticos. Clássico!

Alone in the Dark

Para encerrar essa nossa lista de jogos de terror, nada melhor do que relembrarmos a série de games que foi considerada como a pioneira no gênero survival horror. Sim, foi Resident Evil o game responsável pela popularização do gênero, mas foi em 1992 que o primeiro game Alone in The Dark foi lançado, dando início ao terror no mundo dos games.

Assumindo o controle de investigadores de casos sobrenaturais, os jogadores embarcavam nas tramas oferecidas pelos games da franquia e, rapidamente, se viam imersos em histórias assustadoras e muito difíceis de serem superadas, já que o game dificultava a sobrevivência ao máximo, com poucas armas, pouca munição, poucos itens para recuperar as energias, mas com muito terror e situações extremamente tensas.

Por fim, Alone in the Dark traz um título perfeito para encerrarmos este post. Pense bem: todos esse jogos são perfeitos para desafiar a coragem de um gamer, forçando-o a experimentá-los “Alone in the Dark” (sozinho no escuro). Então, você tem essa coragem? Já teve? De uma forma ou de outra, não deixe de registrar nos comentários as experiências mais assustadoras que já teve no mundo dos games. E claro, ajude-nos a expandir nossa lista de jogos de terror com as suas sugestões. Até a próxima!


some text